A costumeira ‘brincadeira’ de passar trotes para o Serviço Móvel de Urgência (Samu) pode estar com os dias contados em Feira de Santana. Isto porque, na manhã desta terça-feira (3), foi aprovado por unanimidade na Câmara Municipal da cidade o Projeto de Lei nº 156/2017, que prevê o pagamento de multa no valor de um salário mínimo para os proprietários das linhas telefônicas que passarem trote para o Serviço. “Identificado o número de telefone do infrator, este será encaminhado pelo Samu através de um relatório às respectivas empresas telefônicas, para que as mesmas forneçam os nomes dos responsáveis, por esta prática tão prejudicial a nossa sociedade”, diz parte do texto. A proposta foi apresentada pelo vereador Gilmar Amorim (PSDC). Caso o trote seja feio por telefones públicos, os números serão anotados e futuramente será feito um levantamento para averiguar a incidência naquelas áreas. Quando as identificações forem realizadas, o caso será passado para o órgão competente.