hospital-de-itororo-2015-5Após 3 meses sem receber os valores devidos de repasses do SUS, de ordem do Estado, o secretário municipal de saúde, Marcelo Andrade, fechou os serviços da Fundação Hospital e Maternidade de Itororó, pelo prazo mínimo de 45 dias.

De grande importância para as cidades vizinhas de Firmino Alves, Caatiba, Santa Cruz da Vitória, distritos e zona rural, o hospital vem enfrentando uma enorme crise nos últimos anos, fator relevante para o afastamento de um corpo de médicos atuante.

Recentemente, o secretário de saúde abraçou a causa do hospital e conseguiu uma verba destinada à saúde de Itororó e que será também usada para as obras no Hospital. A verba foi resultado de uma Emenda Parlamentar do deputado federal Sérgio Brito, no valor de R$ 1 milhão de reais, que está sendo recebida pela saúde municipal.

“Enquanto o Hospital estiver em reforma vamos encontrar dificuldade para montar um corpo clínico eficiente, agravado pelo não repasse do SUS que é destinado ao funcionamento do órgão achamos por bem que o fechamento fosse realizado. Com isso a secretaria de saúde do município já está providenciando novos médicos e a reforma geral continua, para que, o mais breve possível possamos entregar a população de Itororó um Hospital em melhores condições de atendimento”, afirmou o secretário de saúde Marcelo Andrade. Itororó Já