TELEXFREE OFERECE R$ 660 MILHÕES PARA VOLTAR A FUNCIONAR

A TelexFree, empresa que teve seus bens e valores bloqueados por ser acusada de praticar pirâmide financeira, divulgou um comunicado neste final de semana em que disse ter oferecido quase R$ 660 milhões como garantia para Justiça do estado do Acre.
“A TelexFREE está se defendendo de forma vigorosa perante o Poder Judiciário do Acre e confia plenamente na Justiça Brasileira que certamente reparará uma das decisões judiciais mais danosas da história do empreendedorismo brasileiro”, diz o comunicado. A empresa também afirmou que seu modelo de negócios é “economicamente viável”.

O recurso ainda não foi analisado, porque, de acordo com a TelexFREE, os magistrados estavam de férias e o juiz substituto se encontra na cidade de Manoel Urbano, mais de 200 km de distância da capital Rio Branco.
Esse é mais um capítulo na novela da TelexFREE, que vem ganhando notoriedade desde o final do mês passado, quando a justiça bloqueou os ativos da empresa e a Polícia Federal foi chamada para investigá-la devido a um suposto esquema de pirâmide financeira.
Proibido no Brasil, o modelo se mantém por meio do recrutamento progressivo de pessoas, até chegar a níveis que tornam o retorno financeiro insustentável. Estima-se que a TelexFREE tenha arregimentado pelo menos 1 milhão de pessoas no país.
Devido ao imbróglio na Justiça, franqueados da empresa norte-americana vêm fazendo várias manifestações pelo Brasil. Eles fazem carreatas pelas capitais e reclamam que estão sem poder receber por trabalhos prestados desde a decisão que suspendeu as atividades da TelexFREE.
Atuando no Brasil desde março de 2012, a TelexFREE vende planos de minutos de telefonia voz sobre protocolo de internet (VoIP), que permitem ligações ilimitadas para 41 países por US$ 49 mensais. Para o ministério da Justiça, o modelo de negócio da empresa é apenas fachada para o esquema de pirâmide financeira.
Informações extraídas do Emílio Gusmão

FORRÓ DA VACA LOUCA PODERÁ SER REALIZADA EM OUTRO MUNICÍPIO

Os produtores do Forró da Vaca Lôca estão estudando a possibilidade de em 2014 a festa não ser mais realizada em Itapetinga. Existe a ideia de realizar a festa em uma fazenda próximo a Firmino Alves.
O objetivo é criar o “circuito” do forró, em parceria com os produtores das festas Brega Light e Forró do Ticomia, ambas em Ibicuí.
O que pesou no posicionamento dos produtores do Forró da Vaca Lôca foi a falta de parceria da prefeitura municipal. Segundo informações, o prefeito José Carlos Moura (PT), não valoriza a festa como deveria, já que o Forró da Vaca Lôca ajudou no crescimento do São João da cidade. Políticos do Sul da Bahia.

TELEXFREE OFERECE R$ 660 MILHÕES PARA VOLTAR A FUNCIONAR

A TelexFree, empresa que teve seus bens e valores bloqueados por ser acusada de praticar pirâmide financeira, divulgou um comunicado neste final de semana em que disse ter oferecido quase R$ 660 milhões como garantia para Justiça do estado do Acre.
“A TelexFREE está se defendendo de forma vigorosa perante o Poder Judiciário do Acre e confia plenamente na Justiça Brasileira que certamente reparará uma das decisões judiciais mais danosas da história do empreendedorismo brasileiro”, diz o comunicado. A empresa também afirmou que seu modelo de negócios é “economicamente viável”.

O recurso ainda não foi analisado, porque, de acordo com a TelexFREE, os magistrados estavam de férias e o juiz substituto se encontra na cidade de Manoel Urbano, mais de 200 km de distância da capital Rio Branco.
Esse é mais um capítulo na novela da TelexFREE, que vem ganhando notoriedade desde o final do mês passado, quando a justiça bloqueou os ativos da empresa e a Polícia Federal foi chamada para investigá-la devido a um suposto esquema de pirâmide financeira.
Proibido no Brasil, o modelo se mantém por meio do recrutamento progressivo de pessoas, até chegar a níveis que tornam o retorno financeiro insustentável. Estima-se que a TelexFREE tenha arregimentado pelo menos 1 milhão de pessoas no país.
Devido ao imbróglio na Justiça, franqueados da empresa norte-americana vêm fazendo várias manifestações pelo Brasil. Eles fazem carreatas pelas capitais e reclamam que estão sem poder receber por trabalhos prestados desde a decisão que suspendeu as atividades da TelexFREE.
Atuando no Brasil desde março de 2012, a TelexFREE vende planos de minutos de telefonia voz sobre protocolo de internet (VoIP), que permitem ligações ilimitadas para 41 países por US$ 49 mensais. Para o ministério da Justiça, o modelo de negócio da empresa é apenas fachada para o esquema de pirâmide financeira.
Informações extraídas do Emílio Gusmão

FORRÓ DA VACA LOUCA PODERÁ SER REALIZADA EM OUTRO MUNICÍPIO

Os produtores do Forró da Vaca Lôca estão estudando a possibilidade de em 2014 a festa não ser mais realizada em Itapetinga. Existe a ideia de realizar a festa em uma fazenda próximo a Firmino Alves.
O objetivo é criar o “circuito” do forró, em parceria com os produtores das festas Brega Light e Forró do Ticomia, ambas em Ibicuí.
O que pesou no posicionamento dos produtores do Forró da Vaca Lôca foi a falta de parceria da prefeitura municipal. Segundo informações, o prefeito José Carlos Moura (PT), não valoriza a festa como deveria, já que o Forró da Vaca Lôca ajudou no crescimento do São João da cidade. Políticos do Sul da Bahia.

NOTÍCIA SOBRE USO DE CARTÃO BOLSA FAMÍLIA EM MOTEL FOI “FURADA”

A possível utilização de um cartão do Bolsa Família, por parte de um homem, para pagar uma prostituta em um motel de Itapetinga no final do mês de junho deste ano, não passou de invenção. É o que deixou claro o comandante da 8ª CIPM, Major Sandro Crispin Ferreira Lopes, em documento enviado ao Delegado Titular, Roberto Júnior.
O delegado solicitou a apresentação dos PM’s que teriam testemunhado a utilização do cartão. A notícia ganhou repercussão na mídia nacional e até internacional e, segundo o comandante da PM e o delegado, partiu de um blog policial de Itapetinga. A matéria foi reproduzida pelo Sudoeste Hoje, a partir de uma publicação em O Globo.
No documento, Ferreira Lopes diz que na madrugada do dia 28 de junho deste ano, os policiais militares foram até ao referido motel para uma ocorrência. Havia o desentendimento entre um homem e uma acompanhante com relação ao pagamento do uso do espaço. O homem, que não tinha dinheiro, deixou o toca-cd do seu carro como garantia.
O comandante da PM ainda acrescentou no documento que os envolvidos não foram encaminhados ao Complexo Policial porque houve um acordo entre as partes, sendo o problema sanado ali mesmo. E que em nenhum momento o homem mencionou a possível utilização do cartão do Bolsa Família para quitar o débito.
Ferreira Lopes encerra o documento afirmando que a “notícia” é de inteira responsabilidade de um blog da cidade. Ele juntou ao documento cópia da ocorrência feita pelos PM’s.
O Delegado Roberto Júnior informou que o mau uso do cartão Bolsa Família ou de qualquer programa do governo é passível de investigação por parte da polícia.
“Vamos investigar de onde partiu a notícia, se da polícia ou de algum blog da cidade. Os responsáveis serão intimados a prestar esclarecimentos”, finalizou o delegado. Informações do Itapetinga na Mídia

NOTÍCIA SOBRE USO DE CARTÃO BOLSA FAMÍLIA EM MOTEL FOI “FURADA”

A possível utilização de um cartão do Bolsa Família, por parte de um homem, para pagar uma prostituta em um motel de Itapetinga no final do mês de junho deste ano, não passou de invenção. É o que deixou claro o comandante da 8ª CIPM, Major Sandro Crispin Ferreira Lopes, em documento enviado ao Delegado Titular, Roberto Júnior.
O delegado solicitou a apresentação dos PM’s que teriam testemunhado a utilização do cartão. A notícia ganhou repercussão na mídia nacional e até internacional e, segundo o comandante da PM e o delegado, partiu de um blog policial de Itapetinga. A matéria foi reproduzida pelo Sudoeste Hoje, a partir de uma publicação em O Globo.
No documento, Ferreira Lopes diz que na madrugada do dia 28 de junho deste ano, os policiais militares foram até ao referido motel para uma ocorrência. Havia o desentendimento entre um homem e uma acompanhante com relação ao pagamento do uso do espaço. O homem, que não tinha dinheiro, deixou o toca-cd do seu carro como garantia.
O comandante da PM ainda acrescentou no documento que os envolvidos não foram encaminhados ao Complexo Policial porque houve um acordo entre as partes, sendo o problema sanado ali mesmo. E que em nenhum momento o homem mencionou a possível utilização do cartão do Bolsa Família para quitar o débito.
Ferreira Lopes encerra o documento afirmando que a “notícia” é de inteira responsabilidade de um blog da cidade. Ele juntou ao documento cópia da ocorrência feita pelos PM’s.
O Delegado Roberto Júnior informou que o mau uso do cartão Bolsa Família ou de qualquer programa do governo é passível de investigação por parte da polícia.
“Vamos investigar de onde partiu a notícia, se da polícia ou de algum blog da cidade. Os responsáveis serão intimados a prestar esclarecimentos”, finalizou o delegado. Informações do Itapetinga na Mídia

MAIQUINIQUE: MULHER SURPREENDE VIZINHO ABUSANDO DE SEUS FILHOS MENORES

Uma senhora, de 26 anos, moradora de Maiquinique saiu de casa deixando dois filhos menores, uma garotinha de 05 anos e um garotinho de 03. Ao retornar, encontrou dentro de casa, o vizinho Sebastião de Jesus Lima, de 42 anos, que é aposentado.
 
A mulher surpreendeu o vizinho introduzindo o dedo na vagina da menina, enquanto ele forçava o garotinho a segurar o seu pênis.
 
Ao ver aquela cena, a mãe das crianças saiu correndo para chamar a polícia. Minutos depois policiais militares prenderam o homem e o conduziram ao Complexo Policial de Itapetinga, onde foi flagranteado por estupro de vulnerável.
 
O caso está nas mãos do delegado Irineu Andrade, titular de Macarani e substituto de Maiquinique.
 
NOTA: Em princípio, achava-se que o autor do crime fosse o próprio pai das crianças, mas tudo ficou esclarecido após o delegado Irineu Andrade entrar em contato com o editor do Itapetinga na Mídia.

Datafolha mostra queda recorde no número de católicos no Brasil

Uma pesquisa feita pelo Instituto Datafolha em 180 cidades brasileiras aponta que o número de católicos no país atingiu o nível mais baixo já registrado pelo levantamento. De acordo com o estudo, 57% dos brasileiros com mais de 16 anos se declaram católicos, sendo que em 2007 a taxa era de 64% e em 1994 chegava a 75%. No ranking das religiões, o segundo lugar é dos evangélicos pentecostais, com 19%. Não pentecostais somam 9%. A frequência na igreja também é baixa. Somente 17% dos católicos responderam ao Datafolha que vão aos templos mais de uma vez por semana, enquanto 21% vão uma vez ao mês, apesar da doutrina católica determinar, pelo menos, o comparecimento à missa de domingo. Em relação às doações, 34% dos entrevistados que se afirmaram seguidores da igreja comandada pelo Papa Francisco, fazem contribuições regularmente, em média de R$ 23, enquanto entre os evangélicos o número sobe para 50%, com valor médio de R$ 70. Quase um terço dos católicos diz não dar dinheiro algum para a Igreja, contra pouco mais de 10% dos evangélicos. A pesquisa ainda mostrou que só uma minoria dos fiéis se diz contra a legalização da união entre pessoas do mesmo sexo (36%) e contra a adoção de crianças por casais homossexuais (42%).

MAIQUINIQUE: MULHER SURPREENDE VIZINHO ABUSANDO DE SEUS FILHOS MENORES

Uma senhora, de 26 anos, moradora de Maiquinique saiu de casa deixando dois filhos menores, uma garotinha de 05 anos e um garotinho de 03. Ao retornar, encontrou dentro de casa, o vizinho Sebastião de Jesus Lima, de 42 anos, que é aposentado.
 
A mulher surpreendeu o vizinho introduzindo o dedo na vagina da menina, enquanto ele forçava o garotinho a segurar o seu pênis.
 
Ao ver aquela cena, a mãe das crianças saiu correndo para chamar a polícia. Minutos depois policiais militares prenderam o homem e o conduziram ao Complexo Policial de Itapetinga, onde foi flagranteado por estupro de vulnerável.
 
O caso está nas mãos do delegado Irineu Andrade, titular de Macarani e substituto de Maiquinique.
 
NOTA: Em princípio, achava-se que o autor do crime fosse o próprio pai das crianças, mas tudo ficou esclarecido após o delegado Irineu Andrade entrar em contato com o editor do Itapetinga na Mídia.