VISITA MILIONÁRIA: viagem do papa ao Brasil custará R$ 118 milhões aos cofres públicos

Os governos federal, estadual e a prefeitura do Rio de Janeiro  terão um gasto milionário com a visita do papa Francisco, durante a 26ª Jornada Mundial da Juventude, que acontecerá de 23 a 28 de julho, na capital carioca. Somados, União, estado e município gastarão R$ 118 milhões durante a passagem do Papa pelo país. Só o governo federal desembolsará R$ 62 milhões, sendo R$ 30 milhões com ações de segurança e defesa. Estado e município darão R$ 28 milhões cada.
Enquanto o pontíficie estiver em território brasileiro, a segurança terá um efetivo de 10.700 homens, sendo 9 mil das Forças Armadas e 1.700 da Força Nacional. Só em Guaratiba, onde acontecerá uma vigília e a missa campal, haverá 1.500 homens da Força Nacional. A Igreja vai entrar com a contratação de 2 mil seguranças privados.
Entre os gastos estão também as 4 milhões de hóstias que serão distribuídas durante os seis dias da Jornada. Elas serão fabricadas por seis fornecedores em todo o país.
O governo trabalha com a estimativa de que a Igreja arrecadará R$ 140 milhões com a taxa de inscrição dos participantes do evento, contando que entre 350 mil e 450 mil pessoas se inscrevam. Mas o Vaticano espera um público bem maior: 800 mil.
 Mobilidade do Papa
O Vaticano vai mandar ao Brasil dois papamóveis, para a eventualidade de um deles quebrar. Os dois veículos têm que acompanhar o papa em todos os lugares. Para transportá-los do Rio para Aparecida, onde o Papa celebrará uma missa no Santuário Nossa Senhora da Conceição de Aparecida, será usado um avião Hércules, operação que custará à União R$ 1 milhão.
Para garantir a segurança do papa, a prefeitura do Rio teve que negar um desejo do Vaticano, que queria que ele seguisse de papamóvel do Galeão até o Palácio Guanabara. Para viabilizar isso, seria preciso fechar a Linha Amarela, mas a prefeitura explicou para a equipe do papa ser impossível.
Da parte do governo brasileiro, ainda há dúvidas sobre a presença da presidente Dilma Rousseff na cerimônia de despedida do Papa na Base Aérea do Galeão, no domingo (28 de julho). Por outro lado, já está confirmada a presença de Dilma na chegada do pontífice ao Rio, na tarde de 22 de julho, e um encontro privado dos dois logo depois no Palácio Guanabara.

FELIZ DIA DAS MÃES

A maternidade é um trabalho de 24 horas por dia, sem remuneração, sem dia de folga, por vezes é negligenciada, mas ainda a resignação é impossível. Uma mãe é uma mulher que foi criada por Deus para trazer amor, alegria, felicidade e carinho em seu mundo. Estou tão feliz que Deus criou a mulher para ser mãe, mesmo que a maternidade é um trabalho a tempo completo, o trabalho de uma mãe nunca termina. Feliz Dia das Mães.

VISITA MILIONÁRIA: viagem do papa ao Brasil custará R$ 118 milhões aos cofres públicos

Os governos federal, estadual e a prefeitura do Rio de Janeiro  terão um gasto milionário com a visita do papa Francisco, durante a 26ª Jornada Mundial da Juventude, que acontecerá de 23 a 28 de julho, na capital carioca. Somados, União, estado e município gastarão R$ 118 milhões durante a passagem do Papa pelo país. Só o governo federal desembolsará R$ 62 milhões, sendo R$ 30 milhões com ações de segurança e defesa. Estado e município darão R$ 28 milhões cada.
Enquanto o pontíficie estiver em território brasileiro, a segurança terá um efetivo de 10.700 homens, sendo 9 mil das Forças Armadas e 1.700 da Força Nacional. Só em Guaratiba, onde acontecerá uma vigília e a missa campal, haverá 1.500 homens da Força Nacional. A Igreja vai entrar com a contratação de 2 mil seguranças privados.
Entre os gastos estão também as 4 milhões de hóstias que serão distribuídas durante os seis dias da Jornada. Elas serão fabricadas por seis fornecedores em todo o país.
O governo trabalha com a estimativa de que a Igreja arrecadará R$ 140 milhões com a taxa de inscrição dos participantes do evento, contando que entre 350 mil e 450 mil pessoas se inscrevam. Mas o Vaticano espera um público bem maior: 800 mil.
 Mobilidade do Papa
O Vaticano vai mandar ao Brasil dois papamóveis, para a eventualidade de um deles quebrar. Os dois veículos têm que acompanhar o papa em todos os lugares. Para transportá-los do Rio para Aparecida, onde o Papa celebrará uma missa no Santuário Nossa Senhora da Conceição de Aparecida, será usado um avião Hércules, operação que custará à União R$ 1 milhão.
Para garantir a segurança do papa, a prefeitura do Rio teve que negar um desejo do Vaticano, que queria que ele seguisse de papamóvel do Galeão até o Palácio Guanabara. Para viabilizar isso, seria preciso fechar a Linha Amarela, mas a prefeitura explicou para a equipe do papa ser impossível.
Da parte do governo brasileiro, ainda há dúvidas sobre a presença da presidente Dilma Rousseff na cerimônia de despedida do Papa na Base Aérea do Galeão, no domingo (28 de julho). Por outro lado, já está confirmada a presença de Dilma na chegada do pontífice ao Rio, na tarde de 22 de julho, e um encontro privado dos dois logo depois no Palácio Guanabara.

FELIZ DIA DAS MÃES

A maternidade é um trabalho de 24 horas por dia, sem remuneração, sem dia de folga, por vezes é negligenciada, mas ainda a resignação é impossível. Uma mãe é uma mulher que foi criada por Deus para trazer amor, alegria, felicidade e carinho em seu mundo. Estou tão feliz que Deus criou a mulher para ser mãe, mesmo que a maternidade é um trabalho a tempo completo, o trabalho de uma mãe nunca termina. Feliz Dia das Mães.

HOMEM PAGA R$ 400 PARA FILHA DEIXAR FECEBOOK POR CINCO MESES

Rachel Baier, 14, estudante do ensino médio de uma cidade do estado americano de Massachusetts, irá receber US$ 200 (cerca de exatamente R$ 398 na cotação de hoje) no final do semestre caso cumpra os cinco meses, entre janeiro último e junho, fora do Facebook. Quem pagará a quantia é seu pai, Paul Baier.A ideia foi da garota, segundo um post no blog de seu pai contendo a fotografia do contrato.
Lê-se:
“Eu, Rachel Baier, concordo em desativar minha conta do Facebook entre 4 de fevereiro e 26 de junho. Em retorno, meu pai concorda em pagar-me US$ 50 em abril e outros US$ 150 em junho.”
“Ele terá acesso à minha conta para trocar a senha e desativar o cadastro. Isso me impedirá de reativar a conta no futuro. Planejo usar o dinheiro para comprar coisas.”
“Foi ideia dela”, disse Paul. “Ela quer ganhar dinheiro e também considera o Facebook uma distração e perda de tempo, às vezes. Ela planeja voltar [a usar a rede social] após o término do período.”
Fonte: Daily Dot / Folha de S.Paulo

PROSTITUTAS DE BH ESTUDAM INGLÊS PARA COPA

A ideia é ensinar o básico. “Fruits” (frutas), por exemplo. Mas o “vocabulário técnico”, como “condom” (preservativo), também estará presente em aulas de inglês que prostitutas de Belo Horizonte terão para receber os turistas na Copa de 2014.
“Elas vão aprender frutas, verduras, legumes. Mas algumas palavras a gente pode trabalhar mais, no sexo, no fetiche”, diz Cida Vieira, 46, presidente da Associação de Prostitutas de Minas Gerais.
Cerca de 20 garotas de programa já se inscreveram para participar do curso gratuito, organizado pela instituição. A expectativa de Cida é que até 300 das 4.000 associadas frequentem as aulas até o final do ano.
As classes de idiomas já têm local para acontecer: uma sala cedida pela Associação dos Amigos da Rua Guaicurus (zona de prostituição de Belo Horizonte).
VOLUNTÁRIOS
O grupo busca professores voluntários. A vice-presidente Laura do Espírito Santo, 54 (mas “colocando muita menina de 20 no chinelo”), diz que a associação já conta com psicólogos e médicos voluntários, o que a faz acreditar que não haverá dificuldade.
Se for preciso, porém, serão contratados profissionais.
A ideia é que o curso dure entre seis e oito meses. A associação planeja ainda aulas de francês e italiano.
QUALQUER PROFISSÃO
Para Pollyana Temponi, 27, “profissional do sexo há três”, o inglês vai servir para negociar preço e combinar como vai ser o programa com o cliente.
“Hoje em dia em qualquer profissão você tem que saber inglês”, diz.
Outras sonham mais alto: “Vou fazer o curso porque a única coisa que sei falar hoje é ‘I love you’. É inglês, né? Te amo? Isso fica difícil falar. Mas talvez, quem sabe? Posso me apaixonar”, diz a prostituta C., 54, que não quis ter seu nome divulgado.
Fonte: Folha On Line