Foto: Reprodução

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) desabou ao saber da morte do seu neto, Arthur, nesta sexta (1º), segundo a coluna Painel, do jornal Folha de São Paulo. De acordo com a publicação, o petista chorou aos soluços ao ouvir o relato da boca do chefe da custódia. Com a foto de Arthur que mantém na cela nas mãos, o ex-presidente repetia que a morte da criança contrariava a lógica da vida. Arthur chegou a morar com o petista por um período e foi visitar o avô na cadeia por duas vezes. Segundo o jornal, Lula pediu que o PT desestimulasse atos políticos no velório do neto.