WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘Politica’

Luciano Huck anuncia que não vai se candidatar em 2018 nesta segunda, indicam colunas

Decidido a não se candidatar à Presidência da República em 2018, Luciano Huck vai se pronunciar pela primeira vez nesta segunda-feira (27), em uma entrevista em São Paulo. A informação é da coluna de Lauro Jardim, de O Globo. A decisão de não se filiar a nenhum partido teria sido tomada na quinta-feira (23). Notícias apontavam que o apresentador da Globo seria candidato pelo PPS, com interesse em ter Marina Silva, da Rede, como candidata à vice-presidente na sua chapa. De acordo o blog Radar, da Veja, Huck já deu a notícia aos patrocinadores de seu programa, que acreditaram no posicionamento. No entanto, o global deve continuar participando de movimentos suprapartidários como o Agora! e o Renova BR.

Temer cogita tentar reeleição em 2018

O presidente da República, Michel Temer (PMDB), acredita que estará em condições de tentar a reeleição em 2018 se a economia melhorar de maneira espetacular. De acordo com a Coluna Expresso da Revista Época, caso contrário, pedirá ao sucessor para indicá-lo como embaixador em alguma capital europeia. A situação lembra a de Itamar Franco, que ficou à frente da embaixada de Lisboa após deixar o Planalto. A aliados próximos, Temer tem lamentado que as realizações do seu governo não estejam sendo consideradas.

Globo diz a Huck que se ele entrar na política vai ter que deixar emissora, aponta coluna

Diante das notícias sobre a eventual candidatura de Luciano Huck à Presidência da República, a Rede Globo deu um ultimato no apresentador. Em reunião, a emissora decidiu que se ele quiser mesmo concorrer à eleição de 2018, ele vai ter que encerrar seu vínculo com a Globo antes. A informação é da coluna Radar, da Veja. De acordo com a publicação, Huck já até vislumbra uma candidata à vice-presidente para compor sua chapa. O nome desejado é o de Marina Silva, atualmente presidente da Rede e também listada como pré-candidata ao posto de chefe do Executivo Nacional.

Lula e Bolsonaro lideram corrida para presidente em 2018, aponta Ibope

A primeira pesquisa do Ibope para avaliar as intenções de voto para presidente em 2018 aponta Luiz Inácio Lula da Silva e Jair Bolsonaro como principais concorrentes na corrida pelo Palácio do Planalto. O levantamento divulgado neste domingo (29) pelo jornalista Lauro Jardim, do jornal O Globo, aponta que o petista teria 35% do apoio do eleitorado contra 13% do atual deputado federal. Dessa forma, os dois disputariam o segundo turno. O cenário avaliado aponta Marina Silva como terceira colocada, com 8%. :: LEIA MAIS »

Temer enterra segunda denúncia por placar de 251 votos a 227

O presidente Michel Temer venceu por 251 votos a 227 a votação na Câmara dos Deputados que determinou o arquivamento da segunda denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra ele e os ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha, e da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco. No placar final, foram registradas também 2 abstenções e 25 ausências. Em relação à votação da primeira denúncia, Temer sofreu um pequeno revés, já que foram 12 votos a menos a favor dele. Do lado da oposição, o número foi o mesmo da primeira apreciação. :: LEIA MAIS »

Moto roubada em Macarani é recuperada em Ribeirão do Largo

Policiais civis da 21ª Coorpin/Itapetinga apreenderam nesta terça-feira, 10/10, uma motocicleta Honda/NXR Bros, em Ribeirão do Largo, com restrição de roubo. O veículo estava abandonado em um matagal, no interior do assentamento dos Sem Terra. O coordenador regional de polícia Dr. Roberto Júnior, checou placa e chassis e constatou que a motocicleta foi roubada em Macarani, :: LEIA MAIS »

Senado aprova PEC que acaba com coligações e cria cláusula de desempenho

O Plenário do Senado aprovou em dois turnos, na terça-feira (3), a Proposta de Emenda à Constituição 33/2017 que proíbe as coligações partidárias nas eleições proporcionais. A proposta também estabelece cláusulas de desempenho para as legendas terem acesso ao fundo partidário e ao tempo de rádio e televisão. O fim das coligações proporcionais visa impedir que candidatos com baixo percentual de votos sejam eleitos via votação dos partidos coligados. O objetivo é dificultar o funcionamento dos chamados partidos de aluguel cujos dirigentes são acusados de vender a legenda ou o tempo de televisão para partidos maiores ou candidatos ricos. A PEC segue para promulgação.

A reportagem é de Paula Groba, da Rádio Senado.

dezembro 2018
D S T Q Q S S
« nov    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia