WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
biotipo farma luz delano yluz

:: ‘Politica’

Bolsonaro assina MP do pente-fino no INSS

Presidente Jair Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta sexta-feira (18) em uma cerimônia no Palácio do Planalto a medida provisória (MP) que estabelece medidas para combater fraudes em benefícios pagos pela Previdência Social. De acordo com o governo, a medida provisória altera regras de concessão dos benefícios, entre os quais auxílio-reclusão, pensão por morte e aposentadoria rural. Prevê, ainda, a revisão de benefícios pagos atualmente pelo INSS. Pelo texto da MP, serão criados os programas de Análise de Benefícios com Indícios de Irregularidade e de Revisão de Benefícios por Incapacidade. Pelas estimativas da equipe econômica, o governo poderá economizar R$ 9,8 bilhões nos primeiros 12 meses com as ações previstas na MP.  :: LEIA MAIS »

Rui antecipa R$ 297,9 milhões de ICMS aos 417 municípios baianos

Governador Rui Costa

Como anunciado na última semana pelo governador Rui Costa, o Estado antecipou nesta sexta-feira (28) R$ 297,9 milhões de arrecadação do ICMS aos 417 municípios baianos. Segundo o calendário das transferências constitucionais, o montante só seria repassado em janeiro. Também foram antecipados R$ 180,4 milhões ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), com recursos provenientes dos três impostos estaduais (ICMS, IPVA e ITD). A ação do governo do Estado só foi possível após entendimento com o Banco do Brasil.

Ex-prefeita de Encruzilhada é obrigada a devolver R$ 277 mil aos cofres públicos

A ex-prefeita do município de Encruzilhada, Ivani Andrade Fernandes Santos

A ex-prefeita do município de Encruzilhada, Ivani Andrade Fernandes Santos, terá que devolver R$ 277.353,98 aos cofres públicos (valor a ser majorado após atualização monetária e aplicação de juros de mora) e pagar multa de R$ 5 mil, por decisão da Primeira Câmara do Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE/BA) que, em sessão ordinária desta terça-feira (11, desaprovou a prestação de contas do convênio 215/2010, firmado pela Prefeitura daquele municipio com a Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder) tendo como objeto a reforma e ampliação de uma praça pública. A equipe de auditores do Tribunal constatou a existência de graves irregularidades, inclusive a não comprovação da aplicação de parte dos recursos conveniados, o que levou o relator do Processo (TCE/007050/2016), conselheiro Antonio Honorato a seguir os opinativos dos órgãos instrutórios e aplicar as sanções à ex-gestora e responsável pela execução do convênio. :: LEIA MAIS »

“Eu achava que ia ser ministro e não fui”, diz Magno Malta

Magno Malta

O senador Magno Malta (PR) disse que ficou decepcionado por não ter sido convidado para ser ministro. “A amizade não vai acabar porque durante dois meses da eleição eu achava que ia ser ministro e eu não fui ministro”, disse em entrevista ao site Intercept. Ele disse que está saindo da vida pública. “Ah, eu tô. Foram 30 anos. Eu tenho um netinho de dois anos que fala mais do que a boca, eu quero ver crescer. Tem uma outra que está vindo, eu quero ver nascer e crescer também. Foram seis mandatos, né”.

‘Gratidão é memória do coração’, diz Malafaia após Magno Malta ficar sem ministério

Bolsonaro, Silas Malafaia e Magno Malta

O pastor Silas Malafaia aparentemente não gostou da indicação de Osmar Terra para o Ministério da Cidadania. Ele esperava que após a campanha intensa de Magno Malta a favor de Bolsonaro, o senador ficasse ao menos a frente de alguma pasta no novo governo. “Minha filha, aprendi uma coisa: gratidão é memória do coração”, diz o pastor, que recentemente gravou um vídeo em apoio ao senador capixaba que ficará sem mandato em 2019. Segundo o entendimento de Malafaia, Malta fez tanto por Bolsonaro que “esqueceu a campanha dele e tomou ferro”, disse o jornal “Folha de S.Paulo”. :: LEIA MAIS »

Bolsonaro tem 59% dos votos válidos e Haddad, 41%, aponta Ibope

O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro

A menos de duas semanas para o segundo turno da eleição presidencial, o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, tem 59% das intenções de voto, contra 41% do petista Fernando Haddad, segundo pesquisa Ibope/Estado/TV Globo divulgada nesta segunda-feira, 15. O cálculo considera apenas os votos válidos, ou seja, exclui os nulos, brancos e indecisos. Levando em conta o eleitorado total, Bolsonaro lidera por 52% a 37%. Há ainda 9% dispostos a anular ou votar em branco, e 2% que não souberam responder. Bolsonaro abriu 18 pontos porcentuais de vantagem nos votos válidos desde o primeiro turno, realizado no dia 7, quando ficou à frente do principal adversário por 46% a 29%. Além de perguntar aos entrevistados quem é seu candidato preferido, o Ibope procurou medir o potencial de voto de cada um dos concorrentes. :: LEIA MAIS »

Caciques da política baiana não se reelegem e estão fora do Congresso Nacional em 2019

Foto: Reprodução

Com mais de 35 anos de Câmara dos Deputados, os caciques não alcançam, juntos, a parcela de 322 mil votos conquistados por Sargento Isidório (Avante), eleito o parlamentar estreante com a votação mais expressiva da Bahia.  Dos quatro, o caso de Lúcio talvez seja o mais abrupto. Da condição de deputado federal mais votado em 2014, o irmão de Geddel Vieira Lima (MDB) terminou a apuração deste domingo fora da lista dos 40 postulantes mais escolhidos pelo eleitor. O resultado faz o emedebista perder o foro privilegiado que mantém processos contra ele em tramitação no Supremo Tribunal Federal (STF)  Lúcio conquistou 55.651 votos, número menor do que os cravados pelo ex-ministro Imbassahy (65.505 mil votos) e José Carlos Aleluia, presidente estadual do DEM que arrematou apenas 0,99% da preferência do eleitorado (67.917 mil votos).  :: LEIA MAIS »

maio 2019
D S T Q Q S S
« abr    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia