WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘Politica’

Bolsonaro tem 59% dos votos válidos e Haddad, 41%, aponta Ibope

O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro

A menos de duas semanas para o segundo turno da eleição presidencial, o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, tem 59% das intenções de voto, contra 41% do petista Fernando Haddad, segundo pesquisa Ibope/Estado/TV Globo divulgada nesta segunda-feira, 15. O cálculo considera apenas os votos válidos, ou seja, exclui os nulos, brancos e indecisos. Levando em conta o eleitorado total, Bolsonaro lidera por 52% a 37%. Há ainda 9% dispostos a anular ou votar em branco, e 2% que não souberam responder. Bolsonaro abriu 18 pontos porcentuais de vantagem nos votos válidos desde o primeiro turno, realizado no dia 7, quando ficou à frente do principal adversário por 46% a 29%. Além de perguntar aos entrevistados quem é seu candidato preferido, o Ibope procurou medir o potencial de voto de cada um dos concorrentes. :: LEIA MAIS »

Caciques da política baiana não se reelegem e estão fora do Congresso Nacional em 2019

Foto: Reprodução

Com mais de 35 anos de Câmara dos Deputados, os caciques não alcançam, juntos, a parcela de 322 mil votos conquistados por Sargento Isidório (Avante), eleito o parlamentar estreante com a votação mais expressiva da Bahia.  Dos quatro, o caso de Lúcio talvez seja o mais abrupto. Da condição de deputado federal mais votado em 2014, o irmão de Geddel Vieira Lima (MDB) terminou a apuração deste domingo fora da lista dos 40 postulantes mais escolhidos pelo eleitor. O resultado faz o emedebista perder o foro privilegiado que mantém processos contra ele em tramitação no Supremo Tribunal Federal (STF)  Lúcio conquistou 55.651 votos, número menor do que os cravados pelo ex-ministro Imbassahy (65.505 mil votos) e José Carlos Aleluia, presidente estadual do DEM que arrematou apenas 0,99% da preferência do eleitorado (67.917 mil votos).  :: LEIA MAIS »

Rui encerra mais uma caravana e completa 92 cidades visitadas

Até o fim da campanha, Rui quer visitar pelo menos 120 cidades

“Vamos continuar com o Programa Água para Todos até todas as comunidades terem água potável pra beber, além de redes de esgoto e estações de tratamento. Infraestrutura hídrica e saneamento são nossas prioridades, isso significa cuidar das pessoas. Foi o programa baiano, iniciado por Wagner em 2007, que serviu de exemplo para o que hoje é feito no âmbito federal”. O compromisso foi reiterado pelo governador Rui Costa, candidato petista à reeleição, na manhã deste domingo (16), ao visitar o município de Ipiaú, terceira das sete cidades incluídas no último dia da quinta etapa da Correria da Bahia. Até o fim da campanha, Rui quer visitar pelo menos 120 cidades. Hoje completa 92. :: LEIA MAIS »

Ibope: Wagner lidera em pesquisa para o Senado; Irmão Lázaro é o segundo

O ex-governador Jaques Wagner e Irmão Lázaro

O ex-governador Jaques Wagner (PT) lidera a disputa para o Senado na Bahia, de acordo com uma nova pesquisa publicada pelo Ibope nesta quinta-feira (22). O petista tem 34% das intenções de voto. Em segundo lugar na disputa aparece o candidato ao Senado pela oposição, Irmão Lázaro (PSC), com 23%. A terceira colocação é ocupada pelo deputado federal Jutahy Magalhães Jr. (PSDB) com 14%. O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Angelo Coronel (PSD), é opção para 7% dos eleitores.  Logo atrás aparecem os candidatos Jorge Viana (MDB), 6%, Fábio Nogueira (PSOL), 5%, Marcos Maurício (DC), 5%, Comandante Rangel (PSL), 4%, e Francisco José (Rede), 3%.  :: LEIA MAIS »

Urgente: Comitê da ONU pede que Brasil garanta candidatura de Lula

Ex-presidente Lula

O Comitê de Direitos Humanos da ONU emitiu um comunicado “solicitando ao Brasil que tome todas as medidas necessários para que o candidato do PT à Presidência nas eleições 2018, Luiz Inácio Lula da Silva, preso e condenado na Operação Lava Jato, possa desfrutar e exercer seus direitos políticos, enquanto esteja na prisão, como candidato para as eleições presidenciais”. O documento é apenas uma recomendação e o Estado brasileiro não tem obrigação de cumpri-la. Num comunicado emitido em Genebra nesta sexta-feira, o órgão solicita que esse direito “inclua o acesso apropriado à imprensa e membros de seu partido político”. “O Comitê também solicita ao Brasil que não o impeça de concorrer às eleições para presidente em 2018, até que seus recursos diante das cortes tenham sido completados em processos jurídicos justos”, declarou a ONU no comunicado. :: LEIA MAIS »

Macarani: Ex-prefeito Antônio Carlos Macedo está na lista dos ‘fichas sujas’ do TCM e fica inelegível

Ex´prefeito Antônio Carlos Macedo Araújo (PMDB)

Com três contas reprovadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios – TCM, o ex-prefeito de Macarani, Antônio Carlos Macedo Araújo (PMDB) está na lista de inelegíveis entregue nesta segunda-feira (13) pelo TCM ao Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) e está proibido de concorrer a cargos públicos, de acordo com a Lei do Ficha Limpa.

A lista é vasta e contém o nome do ex-prefeito de Salvador, João Henrique Carneiro, que concorre ao governo do estado, na eleição de outubro. Alem dele, figura a ex-prefeita de Barreiras e ex-secretária estadual de Desenvolvimento Urbano, Jusmari Oliveira (PSD), também está na lista. Candidata a deputada estadual nestas eleições, a social-democrata teve as contas rejeitadas duas vezes, nos anos de 2009 e 2012.

Outro candidato à AL-BA na ingrata lista é o ex-prefeito de Serrinha, Osni Araújo (PT). O petista teve as contadas rejeitadas nos anos de 2011 e 2013. Preso no âmbito da Operação Adsumus, que investiga desvios de dinheiro público, o ex-prefeito de Santo Amaro, Ricardo Machado, também aparece entre os administradores com gestões irregulares. No caso dele, foram cinco exercícios desaprovados: 2009, 2011, 2012, 2013 e 2016.

O ex-prefeito de Feira de Santana, Tarcízio Pimenta (PDT), é outro que integra a lista, com conta rejeitada em 2012. Além deles, estão no grupo o ex-prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro (PP); o ex-prefeito de Itabuna, Vane do Renascer (PRB), por rejeições em 2015 e 2016; e o ex-prefeito de Camaçari, Ademar Delgado (PT), com contas reprovadas em 2015. //BN

Veja a lista completa do TCE aqui.

ALBA deve ter renovação de 40%; veja os favoritos para ganhar eleição para deputado estadual

Assembleia Legislativa da Bahia (ALBa)

A disputa por uma vaga na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBa) segue acirrada e a renovação deve atingir pelo menos 40%, de acordo com levantamento feito pelo Informe Baiano baseado em pesquisas internas e conversas com assessores políticos e jornalistas, que apontam os principais nomes. O coeficiente eleitoral para garantir uma vaga de deputado estadual deve ficar entre 95 e 105 mil votos.  O estudo não oficial aponta que a base do governador Rui Costa (PT) deve eleger, no total, 40 deputados estaduais, podendo chegar a 42. Inclui-se na conta o chapão, o PC do B (disputa sozinho) e ainda uma chapinha formada pelos nanicos PTC/PMN. Entre os candidatos ao governo do lado da oposição estão: José Ronaldo (DEM), João Henrique (PRTB) e João Santana (MDB).

Devem ser eleitos 22 parlamentares. São cinco chapas: DEM/PV/PRB/PSDB, PTB/PSC/PPL e PPS/PHS/PSL/PRTB. Os partidos MDB e SD disputam sozinhos. Há ainda o “bloco independente”, do PSOL, que tem grandes chances de eleger um representante na ALBA pela primeira vez. As eleições para presidente, senadores, governadores, deputados federais e estaduais ocorrem no dia 7 de outubro.  Veja abaixo a lista!

SITUAÇÃO (ELEGE 40, no mínimo):

Chapão: PT, PSB, PSD, PP, PR, PDT, PRP, PMB, Podemos, Avante e Pros (36 ou 37)

Prováveis eleitos com mais de 60 mil votos:
Diego Coronel (PSD)
Rogério Andrade Filho (PSD)
Alex da Piatã (PSD)
Ivana Bastos (PSD) :: LEIA MAIS »

Partidos lançam 13 candidatos à Presidência da República

Foto: Divulgação

Com fim do prazo previsto na legislação eleitoral para definição dos candidatos que pretendem concorrer às eleições de outubro, 13 candidatos e seus vices confirmaram que vão disputar a Presidência da República. Segundo a legislação, as chapas completas com os candidatos, vices, alianças ou coligações têm de ser oficializadas até esta segunda-feira (6) na Justiça Eleitoral. A partir de agora, as legendas poderão registrar seus candidatos à Presidência no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O prazo termina no dia 15 de agosto, às 19h. Em seguida, caberá ao Ministério Público Eleitoral (MPE), qualquer candidato, partido político ou coligação impugnar o registro do adversário político. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia